Leonel Henckes

Leonel Henckes

The Stranger and Other Ordinary Tales

 

The Stranger and Other Ordinary TalesThe stranger and other ordinary tales é um projeto artístico livre que surgiu no encontro da atriz Christina kyriazidi (Marinaio Teatro) com o ator e pesquisador Leonel Henckes. O projeto acontece em Berlim onde Leonel desenvolve parte de sua pesquisa de doutorado em intercâmbio na Freie Universität Berlin.

Embora o projeto pretendesse realizar apenas intervenções em espaços públicos, acabou sendo gradativamente ampliado. A experimentação passou a envolver um grupo de 6 atores, os quais passaram por um treinamento (psicofísico) para darem vida a um coro, como no teatro grego antigo.

O processo de criação dramatúrgica da peça The Stranger and other ordinary tales ocorreu durante a montagem, ou seja, dramaturgia de sala de ensaio. A estrutura foi sendo amarrada por Christina, que também é dramaturga, com mestrado em Playwriting pela Universidade de Exeter/UK.

„Conversamos sobre temas que gostaríamos de abordar e começamos a estruturar ações em torno destes temas a partir do repertório técnico que temos. Apostamos, também, em elementos do grotesco e do teatro físico e musicais, como o Acordeom que eu mesma toco em algumas cenas.“ Christina.

The Stranger and Other Ordinary Tales, portanto, funde linguagens artísticas e referencias culturais dos países dos participantes (Brasil, Argentina, Azerbaijão, Grécia, Espanha, Itália e Alemanha). A peça fala sobre amor, solidão, saudade e sobre a condição do homem contemporâneo num mundo globalizado. Com as fronteiras se dissolvendo cada vez mais, nos tornamos nômades, superficiais e indiferentes ao que nos rodeia. Reflete sobre o sentimento de Heimat e sobre a convivência e contato com o „outro“.

A História de The Stranger and Other Ordinary Tales

Em sua estrutura formal, temos um quebra-cabeça de três contos com histórias comuns, que ocorrem ao nosso lado todos os dias. Há um estrangeiro confrontado com as situações confusas de estar em um lugar que não conhece e sofrendo de nostalgia. Depois um amante abandonado incapaz de se conciliar com a sua atual condição. Também, uma mulher diante de um trem, hesitando em tomar uma pequena decisão que no entanto pode mudar sua vida.

Três personagens estão esperando o mesmo trem em uma estação e, no entanto, eles nunca interagem ou chegam a se conhecer. A peça usa a imagem da estação de trem para desdobrar o universo pessoal dos protagonistas. Suas histórias oscilam entre o realismo e o surrealismo e retratam suas memórias, desejos, medos e anseios.

A atuação é uma composição de teatro físico usando o elemento de um coro, princípios da música através de um acordeão ao vivo e do grotesco.

Ficha técnica

Produção: Marinaio Teatro

Dramaturgia: Christina Kyriazidi

Direção: Christina Kyriazidi, Leonel Henckes

Elenco:

stranger: Leonel Henckes, amante: Lars Brunken, Girl com acordeão: Christina Kyriazidi, Chorus: Alejando Niklinson, Ismael Martinez, Lara Meroni, Ambra Elefante, Igor Studart, Yekaterina Bezdetnaya.

A estreia ocorreu no dia 07 de fevereiro de 2014 no Hoftheater Kreutzberg, Berlim. A peça cumpriu temporada nos dias 08, 15 e 28 de fevereiro de 2014. Realizou, ainda, apresentações no TIK Nord e no ACUD Theater, ambos em Berlim.