Leonel Henckes

Página do ator, produtor e pesquisador Leonel Henckes, autor da tese O Ator da Organicidade: impulso, ações físicas e contato em modos de atuação contemporâneos.

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • Foto: Nina La Croix

  • ConexãoGréciaBrasil_©NinaLacroix

1/

“Conexão Grécia-Brasil na Bahia” encerrou com grande sucesso na cidade de Guanambi/BA

“Conexão Grécia-Brasil na Bahia” é um projeto de circulação do espetáculo teatral Floresta Debaixo do Mar da dramaturga grega Christina Kyriazidi com direção da baiana Paula Lice. O ator em estado de fluxo encontra a organicidade na cena.

Artigos
Produção
Uncategorized

Circular com um espetáculo teatral pelo interior da Bahia foi uma experiência muito intensa e bonita. Como disse reiteradas vezes a atriz Christina Kyriazidi, “foi uma viagem pelo interior da Bahia, e também uma viagem pelo interior de nós mesmos.”

A jornada começou dia 28/03, na cidade de Juazeiro no noroeste do Estado. Após uma semana de atividades naquela cidade, nos deslocamos até Valença, no litoral sul. Para fechar o triângulo do percurso pela Bahia, encerramos as atividades do projeto, selecionado no Edital Agitação Cultural 2015 da SECULT/BA, no sudoeste do Estado, quase em Minas Gerais.

Em Guanamibi,  de 03 a 08/05, nos surpreendemos com o entusiasmo e a adesão das escolas e de artistas locais. Foram mais de 56 inscritos para participar da oficina ministrada pelos atores e pela diretora da peça. Foi necessário criar 2 turmas, uma cujas atividades aconteciam no palco do Centro Cultural de Guanambi e outra que acontecia no foyer.

O mesmo engajamento vimos nas apresentações fechadas para as escolas (3 no total), seguidas de bate-papo dos estudantes e professores com os artistas.

O projeto foi concluido com grande êxito e demonstrou a importância e a necessidade de percorrermos mais os interiores do Brasil para levar arte e trocar com os artistas locais.