Teatro do Oprimido entre África e Latino-América lotou o teatro do Goethe-Institut

Na noite de ontem, sábado, 17/03, no contexto do #FSM2018, encerramos um projeto lindo de intercâmbio entre o grupo Kaddu Yaraax do Senegal, representado por seu diretor artístico Diol Mamadou e o MSTB – Movimento Sem Teto da Bahia, dentro do Programa de Residências Artísticas Vila Sul do Goethe-Institut Salvador-Bahia. O projeto foi financiado pela Fundação Rosa Luxemburgo e nas últimas 6 semanas estivemos trabalhando intensivamente no Teatro do Goethe com jovens bastante entusiasmados.

O evento, chamado “Teatro do Oprimido entre África e Latino-América” apresentou cenas criadas pelo intercâmbio entre Diol Mamadou e os jovens do Movimento Sem Teto da Bahia e também cenas oriundas do intercâmbio entre o Movimento Popular La Dignidad, Argentina e o mesmo movimento com participação de Julian Boal, do Instituto Augusto Boal.

Lindo, transformador e alguma esperança em tempos tão tristes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *