Leonel Henckes

Leonel Henckes

Últimos Capítulos ou Primeira Tentativa

Últimos Capítulos ou Primeira Tentativa consistiu na montagem de um espetáculo que pretendeu desbravar as possibilidades de criação de uma linguagem de cena que reflita a cultura contemporânea e crie estratégias reflexivas de abordagem do próprio fazer teatral. O teatro será visto como uma prática de representação coletiva organizada, onde o homem, ritualmente, tem a possibilidade de aliviar o peso da artificialidade do real frente a irrealidade do mundo.

Últimos Capítulos ou Primeira Tentativa é uma proposta experimental de encenação que se propõe a hibridizar linguagens num “mixed” pós-dramático. A idéia parte de uma tendência contemporânea que se opõe as formas tradicionais de teatro. Esse fenômeno é reflexo de um contexto social, cultural e filosófico de uma época de transição marcada pela afirmação de uma cultura digital e híbrida, e que se convencionou chamar de pós-moderna.

Essa nova cultura, impulsionada pela criação de novas mídias e pelos novos modos de relação com a utilização dos meios de comunicação, propiciou a interação entre estes num amplo processo de fusão de linguagens que caracteriza o uso de linguagens híbridas na sociedade contemporânea.

Como elemento aglutinador da proposta de encenação, utiliza-se a metalinguagem teatral que remete a uma idéia de cotidiano como um universo teatralizado que dissolve em sua virtualidade a ilusão-limite entre fantasia e realidade. A metalinguagem teatral é utilizada, também, por seu caráter aberto e por corroborar com um ideal estético que busca na teatralidade do cotidiano e no próprio teatro, o conteúdo para o objeto artístico.

Como suporte a criação do espetáculo, foi proposto um diálogo com duas referências dramatúrgicas do autor francês Jean-Luc Lagarce; A partir da fusão dos textos “História de Amor” e “Music Hall”, criou-se uma meta-narrativa híbrida que se tornou a linha diretriz para a apresentação das situações criadas.

Assim, “Últimos Capítulos ou Primeira Tentativa” é um espetáculo interativo onde a teatralidade é levada às últimas conseqüências.

“Últimos Capítulos ou Primeira Tentativa” mergulhou, ainda, em um experimento no qual o espetáculo foi transmitido em tempo real com recursos de live stream. Para tanto, o publicitário e editor Luc Guillande desenvolveu uma pesquisa paralela buscando, a partir da lógica de edição de video clipes, editar em tempo real a transmissão do espetáculo.

Através do blog: www.ultimoscapitulos.wordpress.com é possível acessar mais informações sobre o processo.

 

 

Ficha Técnica

Promoção: UFSM/CAL/CAC/TEU-Studio 1

Direção, concepção e dramaturgismo: Leonel Henckes

Referência dramatúrgica: Jean-Luc Lagarce

Elenco: Aline Ribeiro, André Galarça, Juliet Castaldello, Luiza de Rossi e Maurício Schneider

Figurinos: Paulo Brasil

Cenografia: Leonel Henckes e Maurício Schneider

Projeto de Iluminação: Leonel Henckes e Vinícius Canto Blanco

Pesquisa e Edição: Leonel Henckes e Otacílio Netto

Intérprete: Josephine Backer

Sonoplastia: Darwin Corrêa e Aline Ribeiro

Piano: Aline Ribeiro

Máquina de Escrever: Darwin Corrêa

Programação Visual: Camila de Ávila, Lucas Guillande e Leonel Henckes

Direção de Vídeo: Lucas Guillande

Orientação de Encenação: Prof. Marcelo Adams

Orientação do Ator Maurício Schneider: Prof. Eduardo Okamoto

Transmissão on-line

Canal Multiweb/CPD

Direção de edição: Lucas Guillande

Direção Técnica: Jorge Luiz Alves